Do francês, Ménage a trois. Mas, o termo ganhou o mundo e é um fator de prazer para muitos

O Ménage, ou sexo a três, nunca esteve tão em alta — tanto nas listas de fantasias dos casais quanto nas rodas de conversa.

O Brasil é um dos países que mais pratica sexo a três segundo estudo realizado pelo aplicativo 3Somer – que viabiliza encontros entre entre pessoas interessadas em ménage. Nós ficamos atrás apenas dos Estados Unidos.

Porém, muitos casais têm dúvidas antes de se jogar nessa experiência. Por exemplo, existe um momento certo para propor um ménage? Quem deve ser a terceira pessoa?

No post a seguir, vamos falar tudo sobre o sexo a três, tirar suas dúvidas e prepará-lo para viver essa experiência quente com prazer e segurança — física e emocional. Acompanhe!

Como propor um Ménage?

Propor a experiência ao seu companheiro ou à sua companheira é a primeira lição de quem está super a fim de dividir a cama com um terceiro elemento.

Portanto, as palavras-chave aqui são “diálogo” e “sinceridade”. Antes de viajar na possibilidade, é importante alinhar com a outra parte do relacionamento e descobrir se o desejo é compartilhado.

Pode ser que, neste momento, seja preciso quebrar algumas barreiras e superar determinados medos para seguir adiante na ideia.

Escolha uma situação de intimidade entre vocês para lançar o assunto. Certifique-se de que é possível ter uma conversa franca e irrestrita. Externe seus desejos e ouça o que o outro tem a dizer. Se a resposta for não, respeite, e caso veja que é possível, tente em um contexto diferente.

Veja agora: Perda de líbido feminina, o que fazer

Como funciona o Ménage? Existe hora certa?

A hora certa é justamente aquela em que o casal vivencia um momento maduro e seguro do relacionamento. Ménage não combina com ciúmes e inseguranças.

Se você tem curiosidade, vontade ou já pensou em fazer sexo a três, tenha um diálogo transparente com seu/sua parceir@.

Por isso, antes de propor a experiência, tenha certeza da existência da total liberdade um com o outro, garantindo que o respeito seja a regra para a realização da fantasia.

Se vocês estiverem de acordo, comecem fantasiando que tipo de posições fariam, como seria o envolvimento entre os três (se haveria ou não alguma limitação), se rolariam jogos eróticos e etc.. O importante aqui é usar a imaginação e acordar certinho tudo o que poderá ou não ser feito no ato.

Menáge não é a solução para os seus problemas matrimoniais

Muitos casais associam fantasias sexuais a uma forma de reciclar ou “ressuscitar” o casamento. No caso do menáge, a prática pode até surtir o efeito contrário e gerar ainda mais inseguranças.

Se um casal não está em sintonia no relacionamento, expô-lo e envolver um terceiro elemento pode prejudicar ainda mais e gerar uma crise maior de confiança e respeito. Além disso, um dos envolvidos pode até se sentir rejeitado.

E o companheiro ideal para o Ménage?

O casal precisa escolher alguém com quem ambos sintam desejo de transar – do contrário, o ato pode gerar ciúmes e desilusão. É comum que em casais heterossexuais o homem acabe elegendo uma mulher para o feito; no entanto, a namorada/esposa precisa estar de acordo para que ela não se sinta pouco à vontade.

É muito importante pensar nessa etapa para melhor toda a experiência. Não existe regra pronta: o diálogo deve ser sempre a linha guia. Logo na sequência você confere algumas dicas valiosas para deixar a situação mais leve.

Defina objetivos

A intenção é incluir mais uma pessoa do sexo feminino ou masculino?

Se a ideia consiste em ter mais uma mulher, deixe que a companheira escolha. Agora, se o desejo é trazer mais testosterona para o momento, permita que o companheiro defina quem será a pessoa. No caso de casais homossexuais, ambos devem escolher juntos.

Evite pessoas muito próximas para o sexo a três

Depois de definir se será um homem ou mulher a dividir a cama com o casal, parece quase instantâneo já ter alguns nomes em mente, né? Nessa hora, bastante atenção!

Se a escolha for por alguém conhecido, o diálogo cumpre papel ainda mais importante. Afinal de contas, pode rolar uma insegurança durante ou após a transa de algum dos lados, questionando o envolvimento desse terceiro elemento.

É necessário entender como será o relacionamento pós-ménage. Assegurem-se de que não haverá “fofoca” ou uma clima tenso entre os três envolvidos.

E em todo caso, dê preferência a pessoas menos próximas do círculo de convivência. Vai que depois do rala e rola vocês não queiram mais intimidade com ela? Seria bem chato passar por isso envolvendo um amigo ou amiga, né?

Portanto, procurem saber ao máximo sobre ela. Sinta segurança para perguntar e dividir expectativas do ato – as mesmas regras estipuladas entre o casal terão que servir para ela também.

Dê preferência a pessoas bissexuais

É bom lembrar que, para um Ménage, todos os participantes precisam sentir atração por quem está na cama. Isso quer dizer que, se vocês chamarem um rapaz para compor essa equação e seu companheiro ou o rapaz escolhido não gostarem de ser tocados ou tocar outro homem, talvez a conta não feche.

O mesmo vale para o caso de incluir uma mulher. Se não houver atração por outras mulheres, pode ser que o momento programado para entregar curtição e tesão vire um desastre.

Em resumo: para acertar na escolha, é bom garantir que o terceiro elemento desperte o interesse de ambos no casal. Lembre-se: sexo não combina com nojinho ou falta de tesão! Quem está na chuva, é para se molhar!

Leia também: 15 dicas de sexo para aumentar ainda mais o prazer na cama

Não se esqueça do cuidado com a saúde

Não é porque estamos falando de sexo a três que podemos nos esquecer da segurança e da saúde de todos os envolvidos. Ao escolher a pessoa para dividir a cama e o gozo com vocês nesse momento, certifique-se de que haja espaço para compartilhar sobre a saúde sexual de cada um.

Se necessário, visite um especialista no assunto antes do encontro e levante as questões mais importantes a serem colocadas na mesa antes de ir para o vamos ver. Tire todas as dúvidas, delimite as estratégias de segurança e coloque todos a par das decisões!

Como acertar na experiência do sexo a três?

Agora que você já conhece os primeiros passos para se aventurar no ménage, preparamos algumas dicas valiosas para que o momento seja inesquecível. Veja a seguir!

Preparem o ambiente

Pode ser que na hora do “vamos-ver” vocês fiquem sem saber como agir. É natural, especialmente para praticantes de primeira viagem. Caso isso aconteça, lembrem-se das regrinhas estipuladas e relaxem: o objetivo do sexo a três é proporcionar prazer aos envolvidos e realizar uma fantasia, deste modo, vocês não precisam seguir um roteiro.

Vale colocar uma música, usar brinquedinhos ou velas, reduzir a iluminação ou mesmo fazer jogos eróticos. 

Garanta que todos estejam confortáveis

O papel do anfitrião — ou seja, aquele que propôs o ménage — é trabalhar para que todas as partes estejam com tesão, bem assistidas e animadas com a situação.

Bebidinhas e conversas despretensiosas podem ser ótimas maneiras de colocar um foguinho no clima. Ah, e não se esqueça das preliminares: no ménage, elas devem durar ainda mais tempo, sem pressa!

Preste atenção às coisas ao seu redor: se perceber que há alguém “de escanteio”, tente incluir essa pessoa no ato para que ela se sinta desejada.

Há quem opte também por ficar de voyer, mas se não for este o caso, equilibre sua atenção entre os envolvidos para que não haja desconfortos.

Crie regras para o Ménage

Regras representam um aspecto totalmente indispensável para um ménage de sucesso. Estabeleça limites junto ao seu parceiro ou à sua parceira com o intuito de que ninguém se arrependa ou saia machucado.

Depois, é bom externar ao terceiro elemento como as coisas devem funcionar. Combinado não sai caro!

Não se esqueça da proteção

As camisinhas precisam estar sempre à mão. Várias delas, aliás. A troca dela deve ser feita a cada mudança de parceiro, e é bom lembrar que o sexo lésbico também exige um kit de proteção, ok?

O filme plástico é, por exemplo, uma ótima estratégia para impedir o contato com fluidos corporais durante o sexo oral. Assegure que as unhas estejam bem aparadas e que não haja corte nos dedos, evitando qualquer tipo de contaminação. Não dá para economizar na proteção, verdade?

Converse sobre a experiência com o seu parceiro

Ainda que vocês tenham um combinado, pode ser que em algum momento do ato a situação saia do controle ou aconteça algo inusitado. Se for este o caso, não se sinta obrigad@ a levar o sexo adiante: fale a respeito com seu/sua parceir@ e esclareça o ocorrido.

Acabou? Não deixe de conversar com seu companheiro ou companheira a respeito da experiência. O que foi bom, o que não foi, o que deve melhorar e o que não pode acontecer nunca mais.

Não faça Ménage para agradar ninguém

É muito importante que todos os envolvidos estejam confortáveis. Por isso, não entre nessa seara se não estiver segura do momento, assim como seu parceiro ou parceira.

Fazer da situação uma surpresa ou mergulhar nela de cabeça apenas para agradar quem quer que seja pode tornar tudo bastante desagradável, o que obviamente não é bom para o casal nem para a terceira pessoa envolvida.

Respeito, diálogo e segurança são palavras de ordem para quem quer experimentar o sexo a três. O ménage é só mais uma das experiências sexuais possíveis. Se essa fantasia não agradar ao casal, que tal se abrir para outras, como a troca de casais ou o swing? Alternativas quentes não faltam para inovar no sexo!

Gostou das nossas dicas? Conte para nós aqui nos comentários suas experiências com o menáge! Como foi a escolha do terceiro elemento, a conversa de preparação para o momento? E as dúvidas que vocês tiveram durante o processo? Até breve!

Sobre o Autor

Waleviska é empreendedora e proprietária da empresa DSS Distribuidora Sex Shop. Além disso, acredita que quanto mais se fala sobre sexo, mais tabus e dúvidas vão sendo desconstruídos. Pretende ter uma ligação direta com todas as leitoras que queiram entender mais sobre o mundo do prazer.

Visualizar Artigos