Crise no casamento: como superar?

Olá, meu nome é Laura, tenho 30 anos e 7 anos de casada. É verdade, me casei bem cedo, mas sempre tive a certeza de que meu marido é o melhor companheiro que poderia ter escolhido para estar comigo. Mas dificuldades existem, não é mesmo? E superá-las não é nada fácil, exige muita paciência e resiliência.

Por isso eu estou aqui hoje, para contar a você a minha história, a crise no casamento que passei e superei! Tenho certeza que você irá se identificar e, quem sabe, encontrar as respostas para os seus questionamentos, assim como eu encontrei para os meus!

Casar é padecer no paraíso

Ah, minha amiga, casamento é maravilhoso! Mas eu quero te contar uma coisa que ninguém fala para a gente na beirada do altar: nós nunca estamos prontas para esse grande passo, e não, não existe a pessoa perfeita.

Eu não quero te desiludir, pelo contrário, quero te trazer para a realidade, porque romantismo é muito importante, mas sem perder a conexão com o que de fato a vida nos proporciona, certo?

Pois bem. Acredito que quando escolhemos nos casar, tenhamos que nos sentir PREPARADAS para os desafios que irão aparecer. E você sabe a diferença entre estar pronta e estar preparada?

Pronta é aquele momento em que você chegou ao topo do pódio: aprendeu tudo e não tem mais nada para mudar, aprender ou ponderar. Você está 10 de 10, como a internet diz.

Acredito que ninguém se sente assim no casamento, né? Por isso, eu gosto de dizer que devemos estar preparadas, ou seja, de peito aberto para vivenciar as dificuldades, ponderar situações, aprender e ensinar.

E você, se sentiu preparada para esse desafio ali no altar? Você conversou com alguém sobre essas questões? Pois é, é por isso que eu sempre digo: casar é padecer no paraíso.

Aceitando e manejando as dificuldades

Ah, amiga, se você me conhecesse saberia o quanto eu sou romântica! Eu sempre busquei ser para o meu marido, meu companheiro de vida, um ponto de apoio, lhe ajudando a encontrar o melhor de si, assim como sempre esperei que ele fizesse o mesmo por mim.

Lapidar as arestas e transformar pedra bruta em diamante, sabe? Exige tempo, paciência e perseverança.

O problema é que a rotina é uma m****! Desculpe o linguajar, mas não achei outra expressão melhor para adjetivar essa peste chamada rotina. Ela tem poderes para transformar um céu azul em uma tempestade épica.

Claro, não é de uma hora para outra, e por isso mesmo ela é tão cruel: todo dia traz mais nuvens acinzentas e, quando nos damos conta, a tempestade está ali, pronta para engolir tudo o que vê pela frente.

São os problemas no trabalho, a falta de tempo para organizar-se melhor, o cansaço, a roupa para lavar, o jantar para fazer, as crianças para levar para a escola… E o lanche de amanhã? Não compramos e já são 22 h. Socorro!

E quando a gente viu já se passaram os dias, as semanas, os meses e nossos maridos já estão na beirada da cama, a um abismo de distância. Sexo? O que é isso? A gente nem conversa mais quem dirá transar!

O caos está instalado. A tempestade chegou e, acredite, ela vai tirar tudo do lugar. Mas com um pouco de inteligência emocional conseguimos recolocar cada coisa no seu espaço de origem, mas agora sem as poeirinhas e ranhuras.

Aceitar a realidade

Para isso, o primeiro passo é aceitar. Aceitar que não está tudo bem e que a gente precisa encontrar uma maneira de mudar tudo, apesar da rotina, apesar do cansaço.

Dialogar

O grande problema dos casais é a falta de um diálogo claro. É, se nós somos cheias de “sutilizas” e frases soltas para que os maridos pesquem o que realmente queremos dizer, eles são do silêncio: sinto isso, penso isso, mas não vou falar porque ela já sabe, e se não sabe, não vou explicar.

Pronto, este é o cenário perfeito para o caos. Nos perdemos nas entrelinhas e silêncios.

Para mudar isso, faça um combinado com você mesma e seu companheiro: vocês vão falar, falar com todas as letras o que sentem falta, o que gostam ou não gostam, mas sem apontar o erro no outro (isso é muito importante).

Diga o que vocês esperavam uns dos outros em determinadas situações e avaliem como vocês mesmos agiram e o que poderia ser feito para mudar a situação. Acolha o sentimento do parceiro, mas não deixe de dizer o que você realmente sente.

Aqui, vocês vão ver que o fio que sempre os uniu estará mais forte do que nunca. Vocês vão voltar a se comunicar com os olhos e aquela chama que parecia apagada, vai, aos poucos, ganhar força.

Ter tempo de qualidade

Amiga, o sexo. O sexo exige, sim, bastante do casal. Não é algo que pode ser feito maquinalmente. É preciso envolvimento e conexão. Olhares, contextos, piadinhas internas, diálogo e intimidade não podem faltar num casamento feliz.

Por isso, agora vamos falar de TEMPO DE QUALIDADE do casal. Dedicar algumas horas do dia para estar com o companheiro é fundamental. E não estou dizendo sobre deitar um do lado do outro, cada um no seu celular. É tempo de estar junto, em conexão, olho no olho.

Dar atenção especial ao sexo

Se o sexo não vai bem, o tempo de qualidade do casal, com certeza, também vai mal. E vice-versa. Combine com seu companheiro um momento para vocês estarem juntos e ver um filme (e aqui, você pode deixar a imaginação aflorar: que tal um filme erótico? Pode ser uma boa escolha para deixar os dois no clima).

Você também pode preparar uma surpresa para ele: compre uma lingerie bem sexy, ou aposte em sex toys para apimentar esse tempo juntinho dele. Prepare o ambiente com velas aromáticas… que tal o anel peniano para aumentar o prazer ou as bolinhas de pompoarismo? Existem diversas possibilidades para tirar do sexo a rotina desestimulante.

Toda tempestade é o presságio de dias de céu azul

Eu venci a crise dos sete anos bem assim: diálogo, envolvimento, dedicação e tempo de qualidade. Refiz meu estoque de sex toys, conversei com meu marido sobre cada um deles e aprendemos juntos o que gostamos e o que não gostamos. Fiz uma lista de filmes eróticos para vermos juntinhos, programei com ele o horário para estarmos só nós dois, em casa, na rua, no motel.

Quando vimos, a conexão estava restabelecida. Os olhos voltaram a brilhar, o tesão voltou com tudo e sabe o que é melhor? A intimidade e a vontade de experimentar estavam ali, de volta, mais forte do que nunca!

Por isso eu te digo, minha amiga, não desista! Esteja preparada para encarar as dificuldades e as crises no casamento, encare-as com maturidade e sabedoria. Toda tempestade traz consigo a certeza de dias de céu azul!

Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como esse para ajudá-la a superar os desafios da vida em casal! Nos vemos na próxima!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.