Ganhar dinheiro fácil é o sonho de muita gente, mas isso existe mesmo? Talvez não, mas conseguir uma renda extra trabalhando com flexibilidade, objetivos próprios e diversão é possível!

Neste artigo você vai entender por que ser revendedora proporciona tudo isso e ficar por dentro de um segmento altamente lucrativo: a revenda de produtos sensuais. Confira!

Quais são as vantagens de ser revendedora

Talvez você esteja agora mesmo no trabalho lendo este artigo. Se trabalha em um emprego fixo, sabe bem como a rotina pode cansar: precisa chegar sempre no mesmo horário, trabalhar oito horas por dia, obedecer às ordens do chefe e, nem sempre, ganhar bem pelo seu esforço.

Mesmo que você goste muito do seu trabalho, pode sentir falta de mais flexibilidade e de ter retorno financeiro equivalente à sua dedicação. Se você não está trabalhando, com certeza não dispensaria uma renda fazendo algo que gosta, não é?

Uma solução possível é ser revendedora! Já pensou nisso? Veja como pode ser vantajoso:

Você trabalha com flexibilidade

Ser revendedora é bem diferente de vender em uma loja. Em primeiro lugar, você não tem horário fixo para entrar, almoçar e sair: é você mesma que cuida da sua agenda. Você se torna dona do seu próprio tempo quando se dedica à revenda.

Quando falamos sobre conciliar esse trabalho a um emprego regular, não significa que você precise trabalhar dobrado todos os dias! As mulheres brasileiras já enfrentam uma jornada dupla em casa, e revender não deve ser mais um peso na sua vida — pelo contrário, é para facilitá-la!

Se ficar difícil vender todo dia, você pode muito bem escolher alguns dias específicos da semana para a revenda, ou mesmo dedicar horários do final de semana para isso. No último tópico do texto, vamos dar dicas para fazer isso da melhor forma — continue lendo que você já vai descobrir!

Se você decidir correr atrás da sua renda exclusivamente revendendo, o cenário se torna ainda mais flexível: toda a sua agenda passa a se basear na sua disponibilidade e na dos clientes.

Você recebe pelo seu empenho

A maioria das pessoas que já trabalhou alguma vez em um emprego fixo conhece aquela sensação de que o trabalho não está sendo valorizado. Muitas vezes uma pessoa que se esforça muito no trabalho acaba recebendo o mesmo que o colega que não se empenha tanto assim.

Na revenda isso não existe: você vai ganhar proporcionalmente à sua dedicação. Se for proativa e esforçada, a sua renda vai ser maior. Se não estiver precisando de um complemento de renda tão grande e preferir pegar mais leve, você vai conseguir o que precisa sem se esforçar demais.

Além disso, não há compromisso de revender todo mês. Em um período em que você precise de mais dinheiro, pode trabalhar mais, e então ir com mais calma quando não estiver precisando tanto assim.

Você aumenta a sua autoestima

Talvez o seu chefe seja muito agradável e seu ambiente de trabalho seja prazeroso, mas você já teve a sensação de que está trabalhando simplesmente para a empresa fazer mais dinheiro, e não para você mesma se aprimorar e crescer profissionalmente?

Essa sensação não tem lugar na vida de uma revendedora! Claro, você está representando uma marca, mas trabalha para alcançar os seus próprios objetivos e da forma como achar melhor. A sua autoestima agradece, afinal, você vai se dar conta do que consegue fazer por conta própria e conhecer melhor suas habilidades e em que pontos precisa melhorar.

Por que revender produtos sensuais

Como você já pode ver pelo nome do nosso blog, não nós não estamos falando sobre revender vasilhas ou cosméticos quaisquer, mas produtos sensuais e eróticos. Existe um universo de produtos que você pode escolher para a revenda, mas por que investir exatamente nesse segmento?

Em especial, como já falamos em outro post especificamente sobre o assunto, existem dados de negócio que comprovam que essa indústria movimenta bilhões de dólares anualmente, e mais de um quarto dos adultos já utilizaram produtos eróticos durante o sexo. É um mercado imenso a ser (muito) explorado!

E o melhor: o retorno sobre os produtos do segmento é, em média, de 300%. Ou seja, você recebe três vezes mais do que investiu na compra!

Agora que já falamos em negócios, vamos falar sobre diversão, porque o trabalho ideal também precisa ser prazeroso, concorda? Sexo não tem nada a ver com vergonha: é puro bem-estar, saúde e divertimento, e você vai ser capaz de ajudar os seus clientes em tudo isso.

A principal característica de uma boa revendedora de produtos sensuais é ser comprometida — afinal, trabalhar por conta própria exige disciplina e determinação. No entanto, também é muito importante não ter preconceitos e estar aberta a entender os desejos e as curiosidades de pessoas diferentes de você.

Você não precisa ser a pessoa mais extrovertida do mundo, mas é ideal ser comunicativa e ter empatia. Com essas características, com certeza vai conquistar a confiança dos seus consumidores e se divertir muito!

Como você pode revender melhor em 3 dicas

Nada como dicas práticas sobre o dia a dia do trabalho para entender melhor como é a rotina de uma revendedora de produtos sensuais, não é? Confira 3 a seguir:

1. Cuide do seu marketing

O primeiro desafio da revenda é fazer com que as pessoas saibam que você está vendendo. Sendo assim, você precisa, efetivamente, contar a novidade. No começo o trabalho vai depender unicamente de você: é preciso anunciar em todos os lugares que achar pertinentes, como no círculo de amigos, na família, no trabalho, nas redes sociais etc.

Em alguns ambientes as pessoas são mais tímidas, portanto você não precisa dizer com todas as letras que vende produtos eróticos ou artigos de sex shop: pode apenas dizer que tem “produtos para experimentar no relacionamento” ou “produtos de bem-estar”, por exemplo. Em círculos mais arrojados, basta ser direta — mas sempre profissional.

Com o tempo, a curiosidade das pessoas vai se transformar em confiança e você vai ser a referência delas quando quiserem experimentar algum produto para apimentar a relação ou descobrir mais sobre o prazer delas mesmas.

O marketing boca a boca — ou seja, a recomendação de um cliente — é um dos seus maiores aliados, mas também vale investir nas redes sociais, especialmente nos status do WhatsApp. Com o tempo, você também pode organizar uma lista de e-mails ou telefones com clientes interessados em saber de novas ofertas e informá-los assim que elas estiverem disponíveis.

2. Planeje-se bem

Ter um horário flexível não significa não ter nenhum horário. Você precisa definir quais são os seus objetivos e ter um planejamento que permita alcançá-los.

Uma boa ideia é ter dias definidos para pegar firme nas vendas. Se for revender no próprio trabalho, por exemplo, você pode combinar com os colegas que determinado dia da semana é reservado para fazerem os pedidos.

Quando já for mais conhecida, é interessante criar o hábito de levar consigo amostras de alguns produtos, ou pelo menos o catálogo — afinal, não vale desperdiçar oportunidades de venda, e sempre pode haver alguém interessado nas suas ofertas.

3. Estude sempre

Não é pré-requisito já ter dirigido todos os modelos da concessionária para ser uma vendedora de carros. Da mesma forma, você não precisa ter experimentado todos os produtos que vende para conseguir recomendá-los e vendê-los bem.

Sua obrigação é estudar as características e aplicações do que você vende, já que muitas vezes os clientes não vão procurá-la dizendo “Quero um anel peniano”, mas “Qual brinquedo erótico para homens você recomenda” ou algo do tipo.

Vender produtos sensuais não é simplesmente entregar o produto e receber o dinheiro — é quase uma consultoria! Seus clientes terão desejos, receios e curiosidades que você pode ajudar a saciar, inclusive no pós-venda. Qualquer revendedora deve conhecer bem os produtos, e uma boa revendedora tem que conhecê-los melhor ainda!

E aí, o texto ajudou você a entender por que ser revendedora de produtos é tão vantajoso? Entre em contato conosco e vamos esclarecer todas as suas dúvidas! E não se esqueça: viva com prazer!

[uam_ad id=”736″]