Conheça os 7 principais mitos sobre sexo!

Fake news parece um termo recente, não é mesmo? Mas se engana quem pensa que esses mitos e notícias falsas só começaram a ser disseminados por causa de política, celebridades ou questões de saúde. Quando o assunto é sexo, também temos muitas fake news e mitos circulando por aí!

Quer ver só: sexo oral não transmite DST? Educação sexual estimula o início da vida sexual precoce? Se o parceiro ou parceira é virgem, é impossível pegar DST? Lavagem vaginal após o sexo é contraceptivo? A vagina alarga depois de fazer muito sexo?

Nesse artigo, você vai tirar todas as suas dúvidas dos mitos sobre sexo! Vamos lá?

1. Sexo demais alarga a vagina

Das mentiras que o sistema patriarcal conta para deixar as mulheres com medo do próprio prazer. As vaginas, assim como os pênis, têm tamanhos, cores e formatos diferentes. Quando a mulher está estimulada, há o aumento da lubrificação vaginal, o que facilita a penetração. A vagina é elástica — passa-se por ela a cabeça de um bebê! — e não perde sua elasticidade pela prática sexual!

2. Masturbação causa espinha

É saudável se tocar e se conhecer, e isso não causa nenhum mal à saúde. Essa relação começou a ser feita porque o despertar sexual e interesse pela masturbação, bem como o aumento da acne, acontece na puberdade, mas cientificamente uma coisa não tem relação alguma com a outra.

3. Lavar a vagina após o sexo evita a gravidez

Gente, repitam comigo: a única tática para evitar a gravidez é o uso de métodos contraceptivos e lavar a vagina após o sexo não é um deles!

Os espermatozóides, uma vez ejaculados, estão no fundo da vagina, no colo do útero e se encaminham para as trompas, portanto não ficam no canal vaginal e nem mesmo em contato com o canal urinário. Portanto fazer xixi ou usar uma ducha não vai ajudar a evitar uma gestação.

4. Primeira transa é sempre dolorida e com sangramento

A gente está acostumada a ouvir que a primeira vez é sempre ruim, né? Dolorida e com sangue no lençol. Mas isso não é via de regra. O corpo da mulher não foi “projetado” para sentir dor ou desconforto na primeira relação sexual. Alguns fatores podem contribuir para o desconforto, como nervosismo e falta de lubrificação.

Já o sangramento pode ou não acontecer. O hímen pode ser rompido ou não durante a primeira penetração, além disso, nem sempre ocorre o sangramento quando ele é rompido.

5. Engolir esperma faz mal

Não faz mal e não faz bem, também. O esperma tem uma concentração máxima de 10ml, o que não é uma quantidade suficiente para trazer benefícios ou malefícios para quem engole. Contudo o sêmen pode conter vírus e bactérias causadoras de DSTs, por isso deve ser evitado!

6. Transar durante o período menstrual evita a gravidez

Vamos mais ou vez? Método contraceptivo é o único meio seguro de evitar a gravidez. O ciclo menstrual de grande parte das mulheres não é regular, ou seja, mesmo que você esteja menstruada, pode ser que seu corpo já esteja ovulando novamente. Além disso, menstruação não protege você e seu (sua) parceiro(a) das DSTs, por isso, use camisinha sempre!

7. Sexo oral não transmite DST

“Ah, mas é só uma chupadinha!”. Não caia nessa. Algumas DSTs podem não ser transmitidas pelo sexo oral, mas outras, como herpes, HIV e HPV, podem ser transmitidos por essa via de sexo.

Viu só como o sexo ainda é cercado de mitos e culpas? Para evitar cair nessas ciladas, pesquise sobre o assunto, converse com seu parceiro ou parceira e conte com ajuda de profissionais da área da saúde para conhecer mais sobre o assunto!

Quer saber mais sobre mitos sobre sexo? Tem outras dúvidas sobre o tema? Assine nossa newsletter e receba na sua caixa de entrada os melhores conteúdos!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.