Por que a masturbação feminina é considerada um tabu?

Sempre que falamos sobre masturbação feminina ou masculina, reagimos a elas de forma diferente.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) em 2017, cerca de 40% das mulheres brasileiras não se tocavam. E a razão foi tanto por vergonha, quanto por falta de informação.

A masturbação feminina ainda pode ser uma dúvida. Mas, conhecer os prazeres e áreas do corpo que trazem o caminho para o orgasmo precisam e devem ser naturalizado pelas mulheres.

O lance é o seguinte: desde pequenos, os homens são incentivados a se masturbar. Os meninos começam lá pelos 11, 12 anos (ou até antes) a entender que o corpo deles pode trazer prazer.

Já as mulheres não têm esse incentivo. Este comportamento é comum à sociedade, mas as coisas vêm mudando e as mulheres já apontam maior interesse pelo corpo.

Senhora de cabelo loiro e curto, com blusa de frio cinza, tampando a boca em um fundo lilás.

Diferente dos homens, muitas mulheres não comentam sobre masturbação nem mesmo no grupo de amigas. Isso ressalta ainda mais o tabu que ainda permanece.

A boa notícia é que a descoberta do prazer feminino está em crescimento.

Muitas mulheres estão enxergando essa prática com naturalidade, a fim de conhecer o próprio corpo e as possibilidades de prazer que ele proporciona.

Bora então acabar com essa ideia de que se masturbar é errado? O ato traz saúde, conhecimento das suas áreas de prazer e felicidade. 

Se tocar é sinônimo de amor próprio

Quando ouvimos a palavra autocuidado, logo pensamos em uma rotina de skincare e hidratação nos cabelos né? Mas ele vai muito além disso.

Mulher com hobby rosa claro, de olhos fechados e cabelo preso, passando creme no rosto. No fundo há uma arara com roupas coloridas.

Além desses tratamentos, desenvolver amor próprio também é uma forma de cuidado pessoal. E nisso a masturbação feminina pode ajudar!

E, se você nunca fez isso, calma que vamos te falar o passo a passo!

Sendo assim, que tal começar seus cuidados colocando uma música sensual, seguida de uma taça de vinho ou da sua bebida favorita? Colocar uma roupa que você se sinta confortável também vai ajudar nesse momento!

Afinal, para despertar a libido, é essencial que haja estímulos. Isso significa que criar um momento erótico e prazeroso com você mesma é indispensável!

Mulher de cabelo curto loiro, com sutiã preto e olhos fechados bebendo vinho.

Além disso, uma coisa que você precisa saber é: não é obrigatório “chegar lá”, na verdade essa é só a ponta do iceberg! Você pode sentir muito prazer também pelo caminho.

5 passos para uma masturbação de sucesso!

Por vezes, durante o rala e rola, algumas mulheres tem dificuldade de chegar ao orgasmo. Desse modo, a masturbação feminina pode abrir portas para as diversas sensações!

Veja também: Sexo gostoso: o que fazer para não deixar a desejar

Mas, antes de tudo, é importante que você saiba que não existe maneira certa ou errada de se masturbar, viu?

Bora conferir algumas dicas?

1. Prepare o ambiente

Primeiramente, procure um lugar calmo e crie um ambiente sensual de modo que você se sinta relaxada. Esse ambiente pode ser no quarto, no banho ou onde você preferir!

Mulher de sutiã e calcinha deitada em cama branca com os braços levantados, um dos passos antes de praticar a masturbação feminina

2. Explore suas zonas erógenas

Depois de criar aquele clima gostoso, é hora de tocar todas as partes do seu corpo e descobrir as sensações que elas despertam em você.

Passe os dedos suavemente pelo corpo todo, antes ou durante a masturbação. Afinal, quem comanda é você!

Mulher com batom vermelho e sutiã branco tocando os seios, uma das zonas erógenas do corpo, a fim de praticar a masturbação feminina

Veja agora quais são as principais zonas erógenas do corpo!

3. A masturbação feminina permite várias posições

A masturbação feminina, ao contrário da masculina, permite que o prazer seja sentido em várias posições.

Muitas mulheres gostam de tocar sua vulva e vagina deitadas na cama com as pernas abertas. Por outro lado, outras preferem ficar viradas de bruços, ou até mesmo deitadas de lado com o travesseiro entre as pernas.

Estas são algumas opções que você pode testar, mas, cá entre nós, nada melhor do que a posição que VOCÊ se sinta mais confortável!

4. Use e abuse dos lubrificantes!

Sabe aquele receio que todo mundo tem de entrar em algum lugar para comprar lubrificante? Esqueça já!

Isso é algo normal, não precisa sentir vergonha ou receio! Se preferir, compre em algum Sex Shop que vai ter várias opções além do que todo mundo já conhece.

Gif - Mulher deitada na areia da praia com biquini colorido e onda passando por cima dela

Comprou? Então, mulher, agora é hora de lambuzar bastante sua mão e sua vulva! Por outro lado, se ele tiver alguma função de esquentar ou esfriar, o ideal é ir colocando aos poucos…

5. Hora da masturbação

A princípio, você deve estar se perguntando como iniciar. Mas, fique tranquila! Uma boa dica é pensar ou relembrar coisas e situações que te excitam…

Além disso, você sabia que não é só de clitóris que se vive a masturbação feminina?

Brincadeiras à parte, algumas mulheres preferem um estímulo no clitóris, mas, outras já gostam de introduzir os dedos na vagina e até mesmo estimular o famoso Ponto G!

 

Veja também: Dúvidas sobre o ponto G? Saiba o que é e como estimulá-lo!

Estímulo no clitóris

Você sabia que essa região super sensível tem mais de 8 mil terminações nervosas? Isso significa que é possível ficar muito excitada através dela!

Sendo assim, quer saber como encontrá-lo? Uma dica super especial é: abra os grandes lábios com os dedos anelar e indicador, enquanto o dedo médio terá acesso livre e fácil ao clitóris.

Tocou nele e sentiu aquela “sensação diferente”? Suavemente você pode ir estimulando com movimentos repetitivos, e, aos poucos, medindo a intensidade desse estímulo de acordo com seu prazer.

O uso do vibrador bullet (próprio para o clitóris), por exemplo, vai te ajudar muito a virar os olhos de tanto prazer!

Masturbação feminina - Mulher loira com sutiã preto, segurando com as duas mãos um vibrador bullet vermelho

Estímulo no Ponto G

Esse polêmico lugarzinho é motivo de dúvida para muitos pesquisadores. Enquanto uns afirmam que ele existe, outros ainda tem suas dúvidas…

Mas, uma coisa é fato: é possível sentir muito prazer durante o estímulo nessa região!

Para fazer isso, como ele fica dentro do nosso canal vaginal, usar um vibrador Ponto G, por exemplo, vai te ajudar bastante a ficar excitada do jeito que você merece!

Mulher embaixo de um edredom branco com a mão pra fora segurando um vibrador rabbit ponto G cor rosa a fim de praticar a masturbação feminina

Aprenda aqui como introduzir o vibrador Ponto G corretamente!

Quais os benefícios da masturbação feminina?

Não pense que é apenas prazer que a masturbação proporciona! Vai muito além disso:

  • Ajuda na relação do casal
  • Ela alivia dores menstruais
  • Melhora a qualidade do sono
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Promove sensação de bem-estar

Então, se você tinha dúvidas ou receio sobre começar a conhecer seu corpo através do toque, não perca mais tempo.

Tenho certeza que essa experiência incrível vai abrir muito seu caminho para o autoconhecimento e amor próprio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Sobre a(o) Autor(a)

Waleviska é empreendedora e proprietária da empresa DSS Distribuidora Sex Shop. Além disso, acredita que quanto mais se fala sobre sexo, mais tabus e dúvidas vão sendo desconstruídos. Pretende ter uma ligação direta com todas as leitoras que queiram entender mais sobre o mundo do prazer.

Você pode gostar também

Outras histórias