O que é ghosting?

Se identificou? Antes de mais nada, vamos te explicar o que é esse termo chamado ghosting, que de 2015 pra cá vem ganhando cada vez mais popularidade!

De acordo com uma pesquisa feita em 2014 nos EUA, pelo instituto YouGov, 11% dos respondentes afirmaram ter praticado ghosting, enquanto 13% foram vítimas desse ato.

A palavra “ghost” em inglês, significa fantasma, o que explica o comportamento de quem simplesmente encerra um relacionamento sem avisar, apenas sumindo do mapa!

Sim, é isso mesmo! O avanço do mundo online, principalmente nas relações, faz com que essa prática esteja mais perto do que você imagina.

Gif de um fantasma branco, remetendo a pratica "ghosting"

Afinal, desaparecer e ficar sem dar notícias não é algo novo, já acontece há tempos. Porém, as redes sociais facilitaram bastante esse processo!

Segundo Sherry Turkler, professora de sociologia do Instituto Tecnológico de Massachusetts, devido às novas tecnologias, ficamos acostumados a “nos livrar” das pessoas simplesmente não respondendo às mensagens.

Mas, como saber se já passamos por isso ou estamos sendo vítimas dessa prática? Continue lendo!

Como identificar o ghosting?

Você já conheceu alguém, criaram um vínculo, desenvolveram um relacionamento, e essa pessoa deixou de te responder e simplesmente sumiu?

Homem sentado em uma mesa tomando café, chorando olhando o celular, sendo vítima de ghosting

Suas mensagens não chegam mais pra ela, a foto dela desapareceu dos seus contatos, ela não atende mais ligações, sumiu de todas as suas redes sociais, e você ficou sem saber o que aconteceu? isso é ghosting!

Ao mesmo tempo em que a tecnologia facilita o contato, ela é capaz de desfazer ele em apenas um clique. Isso significa que, o término da relação não é nem avisado e a vítima muitas vezes descobre só depois.

 

Leia também: Como superar uma separação?

Por que as pessoas desaparecem sem terminar o relacionamento?

Na cabeça de muitos, isso nada mais é do que falta de empatia com o próximo, não é verdade? Afinal, um relacionamento envolve a construção de uma vida cheia de planos e muitos outros fatores…

Porém, existem estudos que alegam que quem pratica esse “chá de sumiço” também é prejudicado.

Segundo a psicoterapeuta americana Elisabeth J. LaMotte, em alguns casos, os praticantes de ghosting possivelmente sofreram algum tipo de abandono por quem consideravam importantes e não souberam lidar com o rompimento.

Homem triste olhando para o lado de fora da janela representando o abandono

Já outros especialistas dizem que, em alguns casos, os praticantes tem medo de conflito e evitam de todas as formas terem que passar por isso. Ou seja, terminar pessoalmente? jamais!

Isso justifica a análise da psicóloga Daniela Knapp Vargas, que diz que essas pessoas geralmente buscam por relacionamentos rasos e rápidos, a fim de evitar conflitos.

Alguns somem, por exemplo, apenas para evitarem a rejeição. Na maioria das vezes, eles pensam que a outra pessoa quer terminar, e, para não sofrer, já antecipam o processo, que provavelmente nem iria acontecer de fato!

Quais as consequências para os envolvidos?

Como já citado, psicólogos informam que o ghosting traz consequências tanto para quem recebe, quanto para quem pratica.

Quem pratica, terá que lidar provavelmente com o remorso e sentimento de culpa por ter abandonado alguém dessa forma.

A vítima, vulgo a pessoa que foi deixada, na maioria das vezes desenvolve sentimentos como mágoa, frustração, desespero e baixa autoestima. Além disso, a vítima acaba ficando desamparada, tendo que lidar sozinha com um término que ela nem sabe o motivo.

mulher chorando sentada no sofá abraçando uma almofada, sendo vítima de ghosting

Cá entre nós, passar por um término já é bem difícil, imagina pra quem não sabe o motivo do outro ter simplesmente ido embora do nada, sem avisos?

O ghosting pode causar muito sofrimento pra essa pessoa, que pode se sentir insegura, culpada e rejeitada, conforme aponta o psicólogo Breno Rosostolato.

Fui vítima de ghosting: como lidar com isso?

A primeira coisa que você deve pensar é que a culpa não é sua, de jeito algum! Portanto, evite procurar em você possíveis motivos para o sumiço do outro, assim como justificativas para tal ato. Isso só vai te deixar ainda mais confuso e sem respostas!

Com certeza a vítima, inicialmente, tentará negar o ocorrido pensando que o outro está ocupado, ou perdeu o celular, e muitas outras hipóteses, até entender de fato o que aconteceu…

Nesse sentido, admitir o que houve e aceitar o término, por mais difícil que seja, é a melhor opção! Assim, você se liberta das expectativas de que o outro vai voltar e começa a seguir em frente…

Tentativas de restabelecer um contato? Nem pense nisso! Continuar procurando só te fará mais triste.

Mas, se ainda assim você quiser insistir na comunicação, que tal estabelecer um limite de tentativas? Caso não tenha respostas em 10 tentativas, por exemplo, pare te telefonar e mandar mensagens! Se coloque sempre em primeiro lugar.

Então, como terminar um relacionamento da melhor maneira?

Para não ser mais um praticante de ghosting, o que não é nada legal, veja como terminar uma relação da melhor forma!

Um relacionamento saudável é baseado em conversas e compreensão, portanto, explicar o que está te deixando insatisfeito é o ideal, antes de pular logo pro fim.

Casal após terminar a relação. Mulher chorando tampando o rosto com as mãos e homem pensativo ao seu lado

Se mesmo assim sua vontade for de colocar um ponto final nessa história, conversar e terminar pessoalmente é bem melhor do que sumir, né? Não tenha medo!

Ao contrário do ghosting, é extremamente importante sair de um relacionamento sabendo o motivo do término, isso acaba estimulando a reflexão em ambas as partes, a fim de que evitem repetir os mesmos erros nas próximas vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Sobre a(o) Autor(a)

Waleviska é empreendedora e proprietária da empresa DSS Distribuidora Sex Shop. Além disso, acredita que quanto mais se fala sobre sexo, mais tabus e dúvidas vão sendo desconstruídos. Pretende ter uma ligação direta com todas as leitoras que queiram entender mais sobre o mundo do prazer.

Você pode gostar também

Outras histórias