Algumas pessoas se sentem travadas e limitadas durante a experiência sexual por diversos motivos. Na maioria das vezes, a qualidade da performance sexual não está ligada à ausência de afeto e desejo pela outra pessoa, mas às questões de autoestima, aceitação do próprio corpo, desconhecimento sobre suas preferências sexuais ou até foco excessivo em satisfazer o parceiro ou parceira.

Por isso, na busca por uma performance sexual mais intensa e prazerosa, é importante refletir sobre os diversos fatores que interferem na satisfação durante o sexo e os caminhos para mudar esse cenário. Confira abaixo!

Quais fatores comprometem a performance sexual?

Problemas de autoestima

A insegurança com o próprio corpo, medo de rejeição e preocupações excessivas como o que o outro está pensando e/ou sentindo interferem negativamente na experiência sexual.

Afinal, por mais que se queira ou deseje vivenciar plenamente o momento do sexo, esse insistente diálogo interno torna-se uma barreira a entrega total ao prazer e ao momento.

Foco excessivo no prazer do outro

Devido às construções sociais, algumas mulheres assumem uma postura passiva diante do sexo, deixando o seu próprio prazer em segundo plano e ocultando suas insatisfações e desejos.

Além disso, há uma grande dificuldade em falar abertamente sobre sexo com outras pessoas, devido às diversas sanções sociais sutis ou diretas que esse tipo de conversa pode provocar.

Entretanto, a repressão à sexualidade feminina traz diversas consequências negativas. Um dos meios para se lutar contra ela é o empoderamento sexual feminino, que faz com que as mulheres se apropriem do próprio prazer e aumentem a qualidade das suas vidas sexuais.

Estresse

O estresse e ansiedade provocados por problemas no trabalho, preocupação excessiva, insônia e outros males modernos também interferem de maneira nociva na vida sexual. Geralmente, as consequências diretas desses transtornos levam o sexo a cair na rotina e o desejo a definhar.

Por isso, é fundamental encontrar tempo para o lazer, cuidados pessoais e experiências que contribuam para manter a vida sexual aquecida e movimentada.

Como melhorar a sua performance sexual?

Veja, a seguir, formas de evitar que esses problemas atrapalhem a sua performance sexual.

1. Cuide da sua saúde e alimentação

Além dos fatores externos mencionados anteriormente, o sedentarismo e estilo de vida pouco saudável também interferem na qualidade da sua vida sexual.

Dessa maneira, é válido procurar por atividades que sejam saudáveis e prazerosas do ponto de vista físico e psicológico, como a prática de esportes, musculação, ginástica yoga e dança.

2. Inove na hora do sexo

Praticar sempre as mesmas posições e roteiros é a receita perfeita para uma queda gradual da performance sexual. Além disso, papéis muito rígidos, a submissão da atividade sexual e alguns mitos contribuem para a perda do sex appeal. Nesse caso, é válido manter as possibilidades abertas e negociar a realização de fantasias e outras experiências:

3. Comunique-se abertamente

Não fique guardando suas insatisfações, desejos e fantasias: compartilhe com seu parceiro ou parceira. A comunicação é a principal chave para que o sexo seja prazeroso para ambos. Manifeste as suas preferências e desejos.

Quando não há uma comunicação harmoniosa entre os parceiros de sexo e cada um guarda para si as suas percepções, logo o desejo diminui e a sensação de intimidade enfraquece.

Vale ressaltar que, assim como as outras áreas da vida, a sexualidade também precisa ser tratada como um processo de descoberta do prazer a dois. A atitude de experimentação e a curiosidade devem ser prezadas para manter a performance sexual sempre no auge, por isso, descubra como vai explorar a sua sexualidade hoje. Boa leitura!