O que significa Dogging?

Que um fetiche é gostoso e todo mundo gosta é um fato, né? Sendo assim, uns são mais comuns que outros, e o dogging é um deles.

Antes de falarmos sobre essa prática, você sabia que a origem dela remete a “passear com o cachorro”? Mas, calma, não tem nada a ver com o animal em si!

sombra de homem passeando com o cachorro na rua

Em muitos lugares por aí, dizem que o nome teve origem em 1970 devido a dois motivos:

  • Os cachorros cruzam em qualquer lugar, público ou não, independente se for na frente de todo mundo. Afinal, eles nem ligam pra isso!
  • Nessa época, os homens tinham o costume de sair para passear com o cachorro a fim de observar casais namorando dentro dos carros que ficavam estacionados.

O que é Dogging?

Chamamos de Dogging, quando o casal se mostra ou faz sexo dentro de um carro, em lugares públicos e ermos.

A “platéia” é formada por desconhecidos que estão lá para assistir e em muitas vezes, participar.

mulher de shorts, blusa e meia calça apoiada na janela do carro, praticando dogging

Segundo a sexóloga Paula Napolitano, esse ato está ligado ao exibicionismo e voyeurismo, mas existem diferença entre eles. Continue lendo que vamos te contar!

Essa prática exige regras: saiba quais são!

Ainda que seja uma prática que envolve a liberdade dos envolvidos, existem regras que precisam ser cumpridas! Veja quais são elas:

  • Higiene: sempre que falamos de sexo, a higiene é fundamental para um clima gostoso e envolvente!
  • Início e fim: quem dita o início e o fim são os ocupantes do carro.
  • Luz interna acesa: uma vez que as luzes estão acesas dentro do carro, é um sinal de que o casal quer ser visto e está convidando as pessoas para assistirem.
  • Piscar o farol: esse também é um convite para que as outras pessoas participem.
  • Janela aberta: esse é um sinal de que o casal aceita uma aproximação e que os toques estão liberados!
  • Porta aberta ou sair do carro: quando isso acontece, é como se fosse um convite, ou seja, o casal quer interações e pode muito bem rolar um sexo com mais pessoas!
  • Local: devem ser lugares discretos e pouco movimentados. Você pode encontrar na internet os locais apropriados para a prática aí na sua cidade, por exemplo. Na maioria das vezes, os estacionamentos 24 horas podem ser ótimas alternativas.
  • Filmagem: na maioria das vezes, vídeos são extremamente proibidos.

Sexo em público é proibido?

Sim, sexo em público é proibido, mas, cá entre nós, tudo que é proibido é mais gostoso, concorda?

Desse modo, basta ter cautela e procurar lugares vazios que você sabe que não correrá o risco de dar errado, ein!

dois carros em um estacionamento

Afinal, de acordo com o artigo 233 do Código Penal Brasileiro, “praticar ato obsceno em lugar público, aberto ou exposto ao público” é crime e a pena é de até um ano ou pagamento de uma multa.

Diferença entre Dogging e Swing

Ainda que os dois envolvam interação com terceiros, a diferença entre eles é que no dogging não existe uma “comunidade”, pois, não há intenção em estabelecer laços.

Diferença entre Dogging e Voyeurismo

Ao contrário do Voyeurismo, que se refere a uma observação à distância, no dogging os envolvidos já ficam mais próximos e a interação é maior.

Apimente o momento usando vibradores em lugares públicos

Sim, é isso mesmo que você leu! Existem vibradores com controle que podem ser usados em lugares públicos, tanto em bares e restaurantes, quanto dentro do carro ou no cinema, por exemplo.

Disponível em distribuidorasexshop.com.br

Dessa forma, eles podem esquentar ainda mais esse momento! Na DSS sex shop, existem vários modelos com ótimos preços que podem ser usados para a diversão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Sobre a(o) Autor(a)

Waleviska é empreendedora e proprietária da empresa DSS Distribuidora Sex Shop. Além disso, acredita que quanto mais se fala sobre sexo, mais tabus e dúvidas vão sendo desconstruídos. Pretende ter uma ligação direta com todas as leitoras que queiram entender mais sobre o mundo do prazer.

Você pode gostar também

Outras histórias