Existem alimentos que ajudam na hora do sexo oral.

Você já ouviu falar que o suco de abacaxi deixa o sêmen doce? Parece um dito popular, mas essa história é verdade, sim. O que você come, principalmente nas últimas 24h, interfere diretamente no odor e no sabor dos fluidos vaginais, assim como no sêmen, explica a ginecologista da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Cristiane Schneckenberg. 

Em contrapartida, ainda não há uma explicação científica que esclareça por quê o sabor do esperma de um homem difere tanto de outro. Todavia, de acordo com especialistas, tudo indica que os hábitos alimentares seriam a resposta. Pensando nisso, vamos explicar como o famigerado abacaxi interfere nas secreções do seu corpo, inclusive, no esperma!

O abacaxi e o sêmen

Muito conhecido entre os transantes, o abacaxi é uma das frutas que mais apresentam resultados no gosto do sêmen e no odor da vulva. O ginecologista e obstetra Bruno Jacob explica que “o abacaxi é uma fruta ácida e cheia de água. Ele une, em um só alimento, várias propriedades positivas que alteram o gosto e o cheiro da região íntima”.

“Quando o abacaxi faz parte da alimentação diária do homem, ou quando ele ingere grandes quantidades da fruta nas 24 horas que antecedem o sexo, o sêmen fica realmente adocicado. Isso porque fluído é composto, também, por frutose, substância que reage com o açúcar natural da fruta”, explica Jacob.

Acima de tudo é importante que o homem ingira grandes quantidades de frutas e legumes durante todo o dia anterior à transa, para que o sêmen fique mais adocicado. Nesse sentido, se a ingestão de comidas saudáveis for um hábito diário, o resultado é ainda mais perceptível.

Na vagina… 

Na vagina, o abacaxi interfere regulando o pH, que deve ser ácido, esclarece Jacob. “A acidez do abacaxi e de outras frutas cítricas contribuem para o pH ácido que torna a região íntima da mulher saudável. Além disso, por ser uma fruta rica em água, os fluidos vaginais são diluídos e ficam menos concentrados, amenizando o odor e o gosto”.

Além disso, quanto menos gorduras e açúcares refinados a mulher consumir, mais imperceptível é o cheiro da vulva. Isso ocorre porque os alimentos são metabolizados, depois de ingeridos, e alguns elementos químicos presentes neles são expelidos pela pele, fezes e urina, interferindo diretamente no odor e no gosto dessas substâncias.

Cheiro, gosto e cor do sêmen

Você sabia que a consistência, a cor, o odor e o gosto do sêmen podem indicar doenças na região genital? Por isso é tão importante cuidar da saúde íntima! Não só o esperma, mas, todas as secreções do nosso corpo são afetadas pela alimentação.

De modo geral, a composição do sêmen inclui plasma seminal e espermatozoides. O primeiro é constituído por aminoácidos, enzimas e, principalmente, frutose, que servem como fonte de energia para os espermatozoides.

Para ajudar a aderência do sêmen no útero, após a ejaculação, o esperma se encontra coagulado e ganha um aspecto viscoso e espesso. Assim, facilitando a fecundação. 

Do mesmo modo, a cor usual do esperma varia entre branco e acinzentado. Todavia, essa tonalidade pode mudar se o homem estiver com algum problema de saúde. Por exemplo, quando o sêmen apresenta uma cor marrom ou avermelhada, significa que há algum sangramento no organismo.

A cor amarela no esperma, por sua vez, serve como indicativo de uma infecção bacteriana ou viral. Já uma cor muito clara ou cristalina pode significar baixa concentração ou ausência de espermatozoides.

Frutose realmente deixa o sêmen doce

De acordo com o urologista Jorge Hallak, o sabor do sêmen saudável é neutro, caracterizado pelo pH alcalino em que se encontra, entre 7,2 a 8.

Ou seja, um pH ácido pode significar ausência de espermatozoides e alterar o gosto do sêmen. Já o cheiro pútrido e gosto estranho, fora do normal, também podem dar indícios de doenças.

Em síntese, as características usuais do sêmen não vão mudar completamente apenas com um suquinho de abacaxi. Mas, a presença de frutose no líquido seminal seria, sim, a responsável por conferir um gosto adocicado. O mais curioso é que o “sêmen doce” pode se tornar ainda mais agradável ao paladar quando o homem ingere alguns alimentos específicos, como: banana, aipo, morango, gengibre, canela e noz-moscada.

Como deixar o “sêmen doce”?

  • Beba suco de abacaxi: Urologistas acreditam que beber o suco de abacaxi 24 horas antes da relação sexual torna o sêmen mais adocicado. Portanto, invista na bebida.
  • Evite álcool e cafeína: Essas substâncias parecem deixar o gosto do sêmen mais amargo. Portanto, evite!
  • Invista na canela: Além do abacaxi, a canela também ajuda a melhorar o gosto e o cheiro do sêmen.
  • Tenha uma alimentação saudável: Mantenha uma alimentação saudável e rica em proteínas. Pois, além de influenciar no gosto, a alimentação também é responsável pela saúde e fertilidade do homem.

Dicas para melhorar a saúde do esperma

  • Evite alimentos industrializados
  • Evite alimentos gordurosos
  • Coma frutas e vegetais
  • Diminua o consumo de carnes e derivados de leite
  • Pratique exercícios físicos
  • Durma bem

Gostou das dicas? Agora é só praticar e se divertir muitoooo com aquele sexo oral gostoso. Na DSS temos produtos que vão ajudar você a sentir ainda mais prazer na hora do lambe-lambe. Compre agora os produtos!