Que a atividade física traz uma série de benefícios para a saúde todo mundo já sabe, mas muitas pessoas não conhecem as vantagens do exercício íntimo. O pompoarismo contribui não só para uma vida mais saudável, como também melhora os momentos sexuais.

No texto abaixo vamos dar dicas sobre técnicas de pompoarismo, seus produtos e os benefícios para quem deseja começar a praticar a atividade. Acompanhe!

Como iniciar

Aqui vamos falar como funcionam os treinos em três estágios: básico, intermediário e avançado.

O pompoarismo é indicado para mulheres acima de 18 anos, pois é a partir desse período que a elasticidade da musculatura vaginal começa a diminuir. É importante também contar com o acompanhamento de um instrutor para evitar qualquer tipo de lesão e fazer consultas regulares com o ginecologista.

Treino básico

Para quem está dando os primeiros passos no pompoarismo, o ideal é não usar qualquer tipo de acessório e trabalhar as contrações da região como se estivesse segurando o xixi. Com a prática, a força e a duração das contrações vão aumentando. É um exercício que pode ser feito diariamente.

Treino intermediário

Quem já tem alguma prática pode começar a inserir os acessórios, trabalhando a sucção, a expulsão e a contração. As bolas Ben-wa e os cones vaginais são os mais indicados para o processo e, nesse nível, a coordenação motora também é exercitada.

Treino avançado

Quando o controle dos músculos da região é maior, o desafio é usar o vibrador para aprimorar ainda mais a sucção e a expulsão. O trabalho aqui aumenta a intensidade e o controle dos movimentos.

Os acessórios mais indicados

Para cada estágio do pompoarismo existem acessórios específicos que vão ajudar na prática dos exercícios. Abaixo estão três mais famosos e seus usos.

Bolas Ben-wa

Também conhecidas como bolas tailandesas ou colar tailandês, esses acessórios são confeccionados com duas ou mais bolinhas interligadas por um cordão. Dentro de cada uma delas há outra bolinha de chumbo que provoca vibrações para a ativação dos músculos locais.

A ideia do exercício é “sugar” as bolinhas pela vagina, uma de cada vez, e depois expulsá-las por meio do controle dos músculos.

Existem vários materiais e modelos deste acessório e você pode escolher o que mais lhe agrada.

Cones vaginais

Eles possuem formato anatômico e têm pesos diferentes, de 20g a 70g. Aqui, a ideia é introduzir o acessório no canal vaginal e segurá-lo por um tempo determinado, o que vai fortalecer a musculatura da região.

Conforme o progresso, os pesos vão aumentando gradativamente, assim como as cargas usadas na academia. Esse exemplo também vale para o peso: se você não conseguir fazer o exercício direito, significa que está com peso demais.

O ideal é que o cone não escorregue (leve demais) e nem caia (pesado demais). A medida certa é quando você consegue mantê-lo no canal vaginal, controlando os músculos da região.

Vibradores

Os vibradores podem ser usados com a mesma técnica das bolas Ben-wa: sucção e expulsão. Ele deve ser posicionado na entrada do canal vaginal para que a contração dos músculos sugue o objeto.

Procure sempre por vibradores que possuam a base mais larga e forma cilíndrica e preste muita atenção ao introduzir, para evitar lesões no colo do útero.

Os benefícios

O pompoarismo contribui para a saúde, a autoestima e o bem-estar. Nas mulheres, auxilia no tratamento e prevenção da incontinência urinária, melhora o funcionamento intestino, reduz as cólicas e os sintomas de menopausa, auxilia na preparação para a gravidez, na recuperação do pós-parto e evita a flacidez vaginal.

Ainda aumenta a libido, a lubrificação natural e os estímulos sexuais. Os orgasmos costumam ser mais longos e prazerosos e também proporciona mais deleite para o parceiro.

Enfim, o pompoarismo, quando feito corretamente, é só alegria!

Gostou deste texto e quer continuar acompanhando nosso conteúdo? Então não deixe de assinar a newsletter!

[uam_ad id=”736″]