Já mostramos como o mercado de produtos eróticos está em alta e as vantagens de ser uma revendedora da Distribuidora Sex Shop. Agora, para te ajudar ainda mais a alavancar suas vendas, vamos mostrar 5 técnicas incríveis para vender produtos eróticos.

A demanda por produtos eróticos é enorme. Tanto homens quanto mulheres têm interesse no assunto e curiosidade por experimentar um brinquedo erótico. A cada dia que passa estamos derrubando mais e mais tabus que envolvem o sexo. A seguir gostaríamos de te apresentar técnicas específicas para conquistar o cliente e fidelizá-lo de vez!

1. Saiba montar um bom mostruário

O ato da compra é impulsionado pelo desejo, que por sua vez é despertado pelo que se vê. Sabe aquela frase “nem vou ver porque vou ter vontade de comprar”? É isso mesmo que acontece no nosso cérebro: a visão é o argumento mais poderoso de venda.

Claro que um bom discurso de vendas ajuda, mas somos seres visuais. Por isso, é importante sempre ter em mãos amostras de alguns produtos.

No caso da DSS, por exemplo, o catálogo de produtos eróticos é imenso e seria impossível ter uma amostra de cada produto. O segredo é saber escolher e montar seu catálogo de mostruário.

Misture produtos “clássicos”, como algemas e chicotes, com outros mais ousados, como fantasias, prendedores de mamilos e cintas penianas, por exemplo.

Perfumes, géis comestíveis para sexo oral, lubrificantes, eletrizantes e dessensibilizantes também não podem faltar no seu mostruário. São produtos discretos e, geralmente, são a porta de entrada para conquistar clientes não tão familiarizados com brinquedos eróticos.

Se puder, também tenha alguns produtos para pronta-entrega. Vai que seu cliente se anima a fazer uma surpresa ao parceiro naquele mesmo dia? Você não pode perder a venda.

2. Use exemplos de filmes

Filmes e novelas inspiram muita gente. Quem não quer viver um romance tórrido como naquele filme ou novela?

Use e abuse de exemplos para vender produtos eróticos. A trilogia 50 tons de Cinza é perfeita para isso. O sado nunca esteve tão forte. Os livros descrevem em detalhes muitos brinquedos eróticos e a chegada dos filmes aproximou ainda mais o público a essa realidade fetichista (veja mais detalhes em 5 produtos eróticos inspirados em 50 tons de Cinza). Muitas pessoas começaram a perder o pudor e o medo de testar seus limites no sexo com a série de livros e filmes.

3. Entenda seu cliente

Procure descobrir o que seu cliente busca. Vender produtos eróticos é muitas vezes ajudar casais que caíram na rotina e querem um novo começo no sexo; é também ajudar as pessoas a se permitirem explorar a fundo sua sexualidade.

Qual é o desejo de seu cliente? É fazer uma surpresa ao parceiro ou parceira? É descobrir por si só uma nova forma de prazer? Descubra o que ele quer para oferecer diretamente o que ele precisa.

Os clientes que que nunca comparam este tipo de produto devem ser apresentados pela linha básica: perfumes, calcinhas perfumadas, géis comestíveis para sexo oral, lubrificantes, eletrizantes e dessensibilizantes. Já os clientes que começaram há pouco tempo e querem aprofundar, ofereça acessórios como vibradores mais básicos como o Bullet, Kit tiazinha, máscaras e fantasias. Por fim, os clientes mais experientes querem conhecer novidades do mercado e produtos mais específicos como mordaças, vibradores mais incrementados como os rotativos e algemas.

4. Saiba seu limite: tenha discrição

Você pode ser bem resolvida com sua sexualidade e com o uso de brinquedos no sexo, mas nem todos são. Para vender produtos eróticos a essas pessoas, é preciso saber apresentar seus benefícios e utilidades de forma discreta.

Nesses casos, em vez de convidá-las para uma reunião junto com diversas clientes, opte por uma visita pessoal. Mostre com calma cada produto e sempre prometa sigilo total.

5. Conheça o seu produto

Regra de ouro: conheça, use, teste os produtos que você vende. Esteja preparada para responder todo tipo de pergunta sobre eles (por mais absurda que em princípio possa parecer).

É preciso se mostrar bem segura para vender produtos eróticos. As pessoas estão confiando uma parte importante da relação delas (o sexo) a você. Há pessoas que nem sabem o que fazer com certos produtos.

Explique de forma completa cada produto e indique o que for mais adequado a seu cliente. Procure exemplificar e contextualizar o uso de cada brinquedo erótico. Se puder contar histórias próprias, melhor ainda! Quem não gosta de ouvir um caso de sucesso?

Como você pode ver, vender produtos eróticos não é um bicho de sete cabeças. Ainda mais com essas dicas incríveis, vai faltar estoque para você. Para saber mais sobre esse mercado, inscreva-se em nosso site para receber nossa newsletter!

[uam_ad id=”736″]